fbpx

Adolescentes terão acesso a cursos profissionalizantes em Parnamirim

Adolescentes terão acesso a cursos profissionalizantes em Parnamirim

Termo de cooperação firmado entre MPRN, IFRN e Prefeitura garantem capacitação para jovens em cumprimento de medida socioeducativa em meio aberto

A primeira turma de adolescentes que cumprem medida socioeducativa em meio aberto de Parnamirim participará da primeira aula dos cursos profissionalizantes oferecidos pelo Ministério Público junto ao Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e à Prefeitura do Município. A aula inaugural do curso de Desenho de Observação será realizada na quinta-feira (24). A cooperação técnica foi formalizada nesta terça-feira (22), em uma cerimônia promovida no campus da unidade educacional, em Parnamirim.

Inicialmente serão ofertados dois cursos – além do de Desenho de Observação, será realizado também o de Marketing Pessoal, cada um com 20 horas-aula. Alguns dos futuros alunos acompanharam a solenidade e tiveram a oportunidade de conhecer o espaço físico do IFRN.

“A reação desses adolescentes foi excelente, estão muito empolgados. Torcemos para que essa experiência seja replicada em outras comarcas”, contou o 11º promotor de Justiça de Parnamirim, André Mauro, ressaltando que o convênio tem vigência de dois anos, renovável por mais dois anos e com meta de ampliar a oferta de cursos.

O projeto foi idealizado pela 2ª Promotoria de Justiça da Comarca, com base no que preconiza o Estatudo da Criança e do Adolescente (ECA) e o próprio Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo de Parnamirim sobre a necessidade de profissionalização dos adolescentes em cumprimento de medida socieducativa em meio aberto – justamente pelo fato de que eles não costumam acessar adequadamente os serviços públicos básicos.

“Tivemos a iniciativa de bater na porta das instituições e vimos quem estaria disposto a abraçar a causa. O IFRN foi solítico ao pleito que se concretizou agora com a assinatura do termo de cooperação”, rememorou a promotora de Justiça Isabelita Garcia. A representante ministerial ainda destacou que os adolescentes frequentarão o campus do IFRN como qualquer outro estudante, tendo acesso a esportes, a atividades culturais e à merenda.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: