Álvaro tem 54% das intenções de voto e tendência é decisão no 1º turno

Em primeiro lugar, o candidato à reeleição, prefeito Álvaro Dias (PSDB), chega a 54% de intenção de voto na terceira e última rodada da pesquisa Perfil/Tribuna do Norte. Isso significa um aumento de 9,79 pontos percentuais, em relação ao levantamento anterior do mesmo instituto, divulgado no dia primeiro de novembro. Desde a primeira pesquisa, de 18 de outubro, o candidato teve evolução. Ele foi de 33,59% para 44,21% e, agora, 54%.
Os números mostram que Álvaro Dias tem percentual de intenção de voto que aponta uma vitória no primeiro turno. A legislação eleitoral estabelece que um candidato é eleito no primeiro turno quando consegue 50% mais um dos votos válidos.

Na pesquisa atual, estão praticamente empatados: Senador Jean (PT), com 5,2%; Delegado Leocádio (PSL), com 4,8%; e Kelps Lima (Solidariedade), com 4,4%. Mas pela primeira vez, numericamente, Senador Jean aparece em segundo lugar.

No comparativo das três rodadas de pesquisa, Senador Jean foi de 2% (18 de outubro) para 4,25% (1º de novembro) e agora para 5,20%. A variação da mais recente para a segunda rodada foi de 0,95% pontos percentuais.

Delegado Leocádio apareceu com 5% na sondagem do dia 18, foi para 5,25% na segunda rodada e agora para 4,8%. Houve uma redução entre as duas sondagens mais recentes de 0,45 pontos percentuais.

Kelps Lima tinha 5,63% no primeiro levantamento. Variou para 4,13% na segunda sondagem. E agora para 4,40%. Uma variação de 0,27 pontos percentuais.
Hermano Morais (PSB) teve 2,38% na sondagem do dia 18 de outubro. Foi para 2% e na atual para 1,30. Uma redução de 0,7 pontos.

Coronel Hélio (PRTB) apresentou 1,3% (primeira rodada). Foi para 0,75% na segunda pesquisa. Agora para 0,9%. A variação entre as duas mais próximas ficou em 0,15%.

Carlos Alberto (PV) não oscilou nas duas primeiras rodadas, nas quais ficou com 1%. Na atual, foi para 0,6% (variação negativa de 0,4%).

Nevinha Valentim (PSOL) foi de 0,13%, em 18 de outubro, para 0,38%, em primeiro de novembro, para 0,6%, na rodada atual.

Afrânio Miranda (Podemos) teve 0,63% no primeiro levantamento, foi para 0,25 (no segundo) e agora para 0,60%.

Coronel Azevedo variou de 0,50% (18 de outubro) para 1,13% (primeiro de novembro), para 0,40 na sondagem atual.

Fernando Freitas (PC do B) teve a seguinte oscilação nos índices: 0,25% (primeira rodada) para 0,13% (segunda rodada) e 0,30% na atual.

Jaidy Oliver (Democracria Cristã) ficou com 0,13 nas duas primeiras sondagens e foi para 0,10% agora.

Enquanto isto, Rosália Fernando – que nas duas primeiras foi de 0,25% para 0,38% – não foi citada desta vez.

O percentual de indecisos teve uma redução sucessiva: 27,25%, na primeira rodada; 21,38% na segunda e 14,10% agora. A queda de indecisos entre os levantamentos mais recentes foi de 7,28%. Os votos brancos e nulos também tiveram um decréscimo de 20% para 14,63% e atualmente para 12,7%.
Esses números são da sondagem estimulada, ou seja, quando pesquisadores apresentam os nomes dos candidatos.

Espontânea
Na sondagem espontânea, na qual os pesquisadores não apresentam os nomes dos candidatos, o prefeito Álvaro Dias também lidera com uma vantagem suficiente para indicar uma vitória no primeiro turno. Ele tem 50,7%.

Em seguida, aparece o candidato Senado Jean com 4,4%; seguido por Delegado Leocádio, com 3,4%, e Kelps Lima, com 3,10%. Hermano Moraes tem 1%, na espontânea.

Estão com percentuais abaixo de 1%: Coronel Hélio Oliveira (0,90%), Afrânio Miranda (0,6%), Nevinha Valentim (0,60%), Carlos Alberto (0,40%), Coronel Azevedo (0,30%), Fernando Freitas (0,20%), Jaidy Oliver e Rosália Fernandes não foram citadas.

“Tanto na espontânea quanto na estimulada a gente vê um crescimento do prefeito Álvaro Dias, com a tendência clara de eleição no primeiro turno. É bem provável que a eleição seja decidida no primeiro turno de acordo com a estimulada e a espontânea”, afirma o diretor do Instituto Perfil, Fernando Figueiredo.

Ele diz que, confrontada essa pesquisa com as anteriores, é possível observar que “o prefeito cresceu mais e os demais candidatos ficaram patinando”. “Há uma disputa muito grande pelo segundo, terceiro e quarto lugares. Todos empatados tecnicamente. Nenhum deles conseguiu passar do patamar de 5 ou 6% e o prefeito continua a crescer, o que denota mais uma vez a possibilidade de resolução no primeiro turno”, diz.

Rejeição
Nos índices de rejeição, o maior percentual é do delegado Leocádio, com 22,30%. Em seguida, fica Senador Jean, com 9,30%. A rejeição de Kelps Lima é de 4,90%; de Álvaro Dias, 4%; e de Hermano Morais, 3,40%. Os demais candidatos têm os seguintes índices de rejeição: Rosália Fernandes 1,80%; Coronel Azevedo, 1,50%; Nevinha Valetim 1,40%; Afrânio Miranda, 1,20%; Fernando Freitas, 1%; Carlos Alberto, 0,60%; Coronel Hélio 0.50% e Jaidy Oliver 0,30%.

Registro e amostragem
A pesquisa Perfil/TRIBUNA DO NORTE está registrada na Justiça Eleitoral com o número RN-09129/2020, com 1.000 questionários aplicados nos dias 10 e 11 de novembro. O erro amostral máximo calculado para o tamanho da amostra me relação ao total dos eleitores é de 3,08% e o intervalo de confiança é de 95%.

*TRIBUNA DO NORTE

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: