Assu, uma cidade de suspeitos médicos mafiosos, acovardada e com medo dos Soares

Com o apoio do radialista Jarbas Rocha e do diretor geral da Princesa FM, Luciílio Filho, a ex-diretora Liduina Melo, jogou lama e fezes na honra dos funcionários do Hospital Regional Dr Nelson Inácio, em plena quarta-feira durante a Semana Santa, em os cristãos nesta sexta-feira relembram a morte de Jesus Cristo e no domingo eles celebram a ressurreição de Cristo.

A suspeita maldosa e diabólica de Liduina deixou milhares de filhos, esposas, mães, irmão e demais familiares de todos eles com um sono perturbado e inquieto. Hoje, um total de 230 servidoras e funcionários, dormem, mas que acordam com pesadelos provocados por uma dúvida cruel, se eles integram ou não a máfia dos sem nomes de médicos, enfermeiros, técnicos e outros profissionais do hospital.

Por causa da irresponsabilidade dos repórteres Jarbas Rocha e Lucilio Filho, centenas de pais e mães de famílias estão envergonhados e tristes com a irresponsabilidade da protegida e aliada política do prefeito Gustavo Soares, do deputado George Soares e do secretário Nuilson Pinto, vulgo Pavão, que jogou a maldade no ar e não disse o nome dos culpados.

Jarbas e Lucilio, ficaram satisfeitos com o estrago provocado e ainda querem passar por bonzinhos e coitadinhos que simplesmente agem sem escrúpulo a mando do clã Soares, sem provas para comprovar. Com a denúncia de Liduina Melo aprovada por Jarbas Rocha e a Princesa FM (leia-se Lucílio Filho), a dúvida de MEDICOS E ENFERMEIROS mafiosos e de médicos vendendo cirurgias do SUS ATINGE a todo mundo do hospital,  Nenhum escapou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: