BARRADOS NO BAILE: Estariam os vereadores salineiros sendo impedidos de falar nos palanques estaduais na sua própria cidade ?

Dois eventos, dois candidatos e um mesmo comportamento: o desprezo pela classe política macauense.

Recentemente o postulante ao Governo do Estado, Carlos Eduardo Alves realizou evento em Macau onde conseguiu reunir cerca de 90 pessoas em local fechado e por cerca de três horas, juntamente com pessoas do seu partido PDT e outros candidatos, discursou e posou para foto ao lado de caciques da política estadual e macauense.

Tudo normal e rotineiro não fosse por um detalhe: os vereadores oposicionistas foram simplesmente excluídos do evento. Sequer saíram na foto. Fato nítido e de certa forma desrespeitosa para com aqueles que “lidam” diariamente com o popular, com o povo, e é a classe que de fato está mais próxima do povo e seus problemas diários.

O Vereador Italo Mendonça do PRB e o Vereador “Kekel” do PPS, chegaram a repudiar publicamente essa atitude da coordenação da campanha e das “lideranças” macauenses mas ao que parece nada foi feito com relação a este desprezo explicito aos “marinheiros de primeira viagem”

Já que, em comicio realizado – pela candidatura de Fatima Bezerra ao Governo – ontem (25), na cidade de Macau, o comportamento se repetiu. O comicio contou com a presença de vários vereadores macauenses e inclusive do Presidente da Câmara Jairton Medeiros que sempre foi um entusiasta do movimento petista em Macau e representante da classe trabalhadora, mas que serviram apenas de “enfeites” em cima do palanque; a oportunidade de pedir aos macauenses o voto para seus candidatos lhes foi tirada mais uma vez.

Resta saber se os Vereadores macauenses foram mais uma vez ‘BARRADOS NO BAILE’ ou se pretendem cooptar votos através da telepatia entre político e eleitor. Desprezo é a palavra.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: