Chefete de oligarquia manda pessoal da Prefeitura do Assú apoiar candidato da vice-prefeita do MDB

Fátima com Ivan Júnior em Assú

Para se vingar da candidata a governadora Fátima Bezerra, do PT, por não aceitar a proibição de apoio do ex-prefeito Ivan Júnior (PSD) a senadora petista, o prefeito do Assú e chefete da oligarquia Gustavo Soares, recebendo orientação no subterrâneo do seu irmão e deputado estadual George Soares, vai apoiar debaixo dos panos, o candidato a governador Carlos Eduardo Alves, que tem apoio de sua aliada e vice-prefeita Sandra Alves, do MDB.

Comenta-se nos bastidores que a ordem emitida pelo chefete e prefeito Gustavo Soares, apela para os cargos comissionados e todos os demais votarem em Carlos Eduardo Alves. A previsão é de que o candidato Carlos Alves que tirou no primeiro turno 4.670 votos possa aumentar  a sua votação para algo em torno de 9 mil e tentar baixar a votação da petista para culpar o ex-prefeito Ivan Júnior..

No embate pessoal em Assú com Ivan Júnior, a votação de George Soares que tinha o apoio do seu irmão, o prefeito, dez vereadores e da vice-prefeita, foi menor do que a do ex-prefeito que sozinho derrotou o parlamentar do PR pela segunda vez.

Para deputado federal, Ivan Júnior voltou a mostra mais força e prestígio político do que o deputado estadual e o prefeito do PR. Benes apoiado por Ivan foi o mais votado e João Maia, apoiado pelos irmãos Soares, ficou em segundo lugar. A maioria de Benes sobre Joáo Maia, foi de 1.770 votos

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: