fbpx

Colapso no sistema de saúde do Brasil era previsto, diz New York Times

“As mortes no Brasil estão no auge e variantes altamente contagiosas do coronavírus estão varrendo o país, possibilitadas por disfunções políticas, complacência generalizada e teorias da conspiração”, diz reportagem do New York Times sobre o colapso no sistema de saúde brasileiro.

“O país, cujo líder, o presidente Jair Bolsonaro, minimizou a ameaça do vírus, agora está registrando mais novos casos e mortes por dia do que qualquer outro país do mundo”.

A marca de 300 mil mortes por Covid registrada nesta semana também virou destaque no jornal americano.

São 125 brasileiros morrendo a cada hora”. A reportagem diz ainda que o colapso do sistema de saúde brasileiro era previsto em razão da variante P1, mais contagiosa.

E lembra ainda que Jair Bolsonaro chamou a doença de “gripezinha”, além de ter encorajado multidões a saírem de casa, dando uma “falsa sensação de segurança” a seus apoiadores. O presidente, diz o NYT, endossou o uso de “medicamentos ineficazes e potencialmente perigosos para tratar a doença”, contrariando as orientações das autoridades de saúde.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: