fbpx

Dona da Parmalat faz recall de leite em pó em 83 países por casos de salmonela

Lactalis, empresa de capital fechado que é uma das maiores produtoras de laticínios do mundo, export

O escândalo do leite em pó infantil que contaminou 35 bebês com salmonela na França, duas nas Espanha e com um caso suspeito na Grécia começa a se estender internacionalmente, uma vez que a empresa Lactalis, dona da Parmalat, ordenou a retirada em 83 países de vários lotes potencialmente contaminados procedentes da sua fábrica investigada.

Mais de 12 milhões de caixas de produtos estão sendo recolhidas, afirmou o diretor-executivo da Lactalis Emmanuel Besnier. Elas representam todos os lotes da fábrica da Lactalis em Craon, noroeste da França, onde a bactéria salmonela foi descoberta em dezembro.

“Há 83 países afetados, que estão sob o mesmo procedimento de retirada de produtos. Temos um gabinete de crise tanto para o exterior como para a França”, disse em entrevista ao jornal francês Le Journal du Dimanche, na entrevista primeira que concede desde que assumiu o comando do grupo em 2000.

A França recebeu bem neste domingo a promessa do grupo Lactalis de compensar vítimas de uma contaminação por Salmonella em seus produtos de leite para bebês, mas informou que a investigação judicial para determinar quem são os responsáveis continuará.

No entanto, o responsável do conglomerado familiar Lactalis, não informou quais são os 83 países afetados.

Pelo menos 35 bebês de menos de 6 meses foram infectados na França por salmonela desde que se declarou a crise alimentar em dezembro do ano passado. Desde então, o quadro de todos eles evoluiu favoravelmente.

A Lactalis, empresa de capital fechado que é uma das maiores produtoras de laticínios do mundo, exporta alimentos para bebês para 83 países por toda a Europa, África e Ásia.

O leite em pó para bebês da Lactalis, um dos mais consumidos no mundo, pode ter deixado outros dois afetados fora da França: um bebê que foi atendido em um hospital no norte da Espanha, cuja causa provável da sua gastroenterite foi o produto da empresa francesa; e outro na Grécia, que ainda aguarda confirmação.

“De acordo com o Ministério de Saúde francês, 35 bebês adoeceram [por salmonela]. Não há casos novos desde 8 de dezembro. E o anunciado na Espanha na sexta-feira passada remonta ao mês de outubro”, informou Besnier, que antecipou que indenizará todas as famílias afetadas.

O suposto foco da bactéria está na fábrica situada em Craon, no oeste da França, e atualmente fechada.

O escândalo do leite contaminado levou o governo francês a intervir tanto na Lactalis como nas cadeias de distribuição, que seguiram entregando o produto apesar das proibições.

“Há denúncias contra nós, haverá uma investigação e nós colaboraremos com tudo o que a Justiça nos pedir, ainda que nunca haverá risco zero nesta questão, como acontece em outras”, reconheceu.

A Lactalis, fundada em 1933, passou a ser um dos gigantes mundiais do setor lácteo desde que lançou uma oferta pública de ações hostil em 2011 pela italiana Parmalat.

Atualmente, conta com 246 fábricas em 47 países, entre eles Brasil, Espanha, México, Argentina, Colômbia, Venezuela e Chile.

EFE e Reuters

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: