Ex-presidente Lula defende rever escolha de ministros do TSE

1

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nessa quarta-feira (14) que os processos de indicação para altos cargos do Judiciário devem ser revistos “para não parecer que o presidente tem influência sobre um ministro e outro”.

A declaração, feita a uma rádio maranhense, veio uma semana após a absolvição da chapa Dilma-Temer pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A Corte é composta por sete ministros, sendo três do Supremo Tribunal Federal (STF). Outros dois, oriundos do direito, foram indicados por Temer recentemente e votaram pela absolvição da chapa: Admar Gonzaga e Tarcisio Vieira de Carvalho.

Durante seu mandato (2003-2010), Lula indicou oito ministros ao Supremo Tribunal Federal. Foi o maior número de indicações desde a ditadura militar. “Um bom presidente da República não indica um ministro para servi-lo, mas para cumprir a Constituição. O que não pode é entrar com 35 anos e ficar até os 75 em um cargo de ministro da Suprema Corte”, criticou Lula.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: