fbpx

Frente Parlamentar da Mulher marca Outubro Rosa com solenidade e ações na ALRN

A Frente Parlamentar da Mulher da Assembleia Legislativa, presidida pela deputada estadual Cristiane Dantas (SDD), vai marcar a mobilização pela campanha Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama, no parlamento estadual com a realização de uma sessão solene, na próxima segunda-feira, dia 24, às 9h, no plenário da Casa.

A solenidade também contará com a participação das deputadas estaduais Eudiane Macedo (PV) e Isolda Dantas (PT) que integram a Frente. Na ocasião, serão homenageados os principais grupos de apoio em atividade no Rio Grande do Norte, além de pacientes em tratamento e ex-pacientes que venceram o câncer. Entre as homenagens, o destaque será para a celebração dos 10 anos do Grupo Reviver Natal.

“O Grupo Reviver tem um trabalho voluntário efetivo no diagnóstico precoce do câncer de mama, por meio da unidade móvel que percorre os municípios para a realização de exames de mamografia e ultrassonografias gratuitas para as mulheres. Em 10 anos esse trabalho já salvou muitas vidas e merece esse reconhecimento público, assim como os outros grupos também”, declara Cristiane Dantas, presidente da Frente Parlamentar da Mulher.

Lenço Solidário e venda de camisas

Para colaborar com as ações de prevenção realizadas pelo Grupo Reviver, a deputada Cristiane Dantas é apoiadora, através de seu gabinete parlamentar, da venda de camisetas da campanha Outubro Rosa. A camiseta custa R$ 30 e os recursos são revertidos para a realização de exames de mamografia gratuitos para mulheres de baixa renda.

Até o próximo dia 30, a Frente Parlamentar da Mulher também realiza a campanha do “Lenço Solidário”, que visa arrecadar lenços a serem doados aos grupos de apoio e à Liga Contra o Câncer que faz acompanhamento das pacientes em tratamento contra a doença. Na Assembleia Legislativa foram colocados três pontos de coleta. “Os lenços são uma forma de carinho, da importância do autocuidado e de elevar a autoestima das mulheres em tratamento contra o câncer”, pontua Cristiane.

Dados preocupam

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres, respondendo por 25% dos casos novos a cada ano. Neste ano de 2022, a estimativa do Inca é que sejam diagnosticados 66.280 casos novos no Brasil, o que representa uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres. Já no Rio Grande do Norte as estatísticas são ainda mais preocupantes, pois o RN é apontado pelo Inca como a maior taxa bruta de incidência da doença na região Nordeste, com 61,85 casos para cada 100 mil mulheres.

“Esses dados são reflexos da pandemia, que interrompeu muitos diagnósticos. Por isso a mobilização da Frente Parlamentar da Mulher é fundamental para orientar as mulheres a buscarem a prevenção e o diagnóstico precoce com a mamografia a partir dos 40 anos, apoiando as ações dos grupos voluntários e nos somando a essa causa pela vida das mulheres”, pondera a parlamentar.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: