fbpx

Gilmar só dará resposta a pedido de impedimento após voltar da Romênia

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, só deve se manifestar após o dia 7 de setembro no processo em que o Ministério Público Federal (MPF) pede seu impedimento em ações judiciais que envolvem os empresários Jacob Barata Filho e Lélis Marcos Teixeira, investigados na Operação Ponto Final. Gilmar Mendes está em viagem e, segundo sua assessoria, a resposta do ministro só será entregue quando ele retornar a Brasília.

Gilmar Mendes viajou para Bucareste, capital da Romênia. Foi participar da conferência internacional “Apurando as urnas e contando os votos: o uso da tecnologia para aprimorar a transparência dos processos eleitorais”, organizada pela Associação Mundial de Organismos Eleitorais (A-Web) e pela Autoridade Eleitoral Permanente da Romênia.

Nesta segunda-feira, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, enviou ao gabinete de Mendes o novo pedido de impedimento feito a partir de decisões do ministro a favor do empresário Jacob Barata Filho. Segundo pessoas próximas da presidente, ela estaria disposta a encaminhar o caso para julgamento do plenário da Corte. As informações são de O Globo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: