IMORAL E ILEGAL: Vereadora em exercício tira férias do cargo de Assistente em Assú

Todo mundo tem conhecimento para ter direito a férias, precisa ter trabalhado. Mas parece que a gestão do prefeito Gustavo Soares, gosta de fazer o errado mesmo, começando por ele, que é prefeito e não reside na cidade e só aparece uma vez na semana a passeio.

Agora para exemplificar a eficiência e moralidade dessa gestão, eles publicaram no Diário Oficial do município, que MARIA ELIZANGELA ALBANO, matricula nº 3958-1, ocupante do cargo de ASSISTENTE DE SERVIÇOS COMPLEMEN-TARES EM SAÚDE, III/M-3/7, tirasse 30 dias de férias, de um cargo que ela não exerce pois é vereadora, e que com certeza ela não deveria estar recebendo nenhum valor, pois ao ser eleita, ela se afastou do cargo para exercer o mandato, e teria que ter optado pelos vencimentos ou do cargo ou do mandato.

Se ela optasse pelo cargo, ai sim ela teria direito as remunerações como Férias e Décimo, mas como ela optou pelo de vereadora, em tese ela não teria direito, a não ser que, supostamente por livre decisão, a gestão achou de beneficiar a vereadora que já recebe um salário bem gordo.

Com essa publicação no Diário, o Ministério Público deve investigar esse ato da Prefeitura, que deveria zelar pelos recursos públicos do município.

Acesse o documento na íntegra aqui

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: