Janaina diz que neto de Tancredo não tem mais condições de compor o Senado

A advogada Janaina Paschoal durante julgamento de Dilma Rousseff no Senado, em 2016

Em agosto, a advogada Janaina Paschoal, 42, caiu no choro e nos braços de Aécio Neves (PSDB-MG), que a consolou com um abraço.

Coautora do pedido de impeachment contra Dilma Rousseff, acabara de defender sua destituição e pedir na tribuna do Senado que a petista a desculpasse. “Peço que ela, um dia, entenda que eu fiz isso também pensando nos netos dela.”

Na semana passada, registrou uma “profunda tristeza” em rede social. “Não por mim, mas por Tancredo Neves, entendo que seu neto não tem mais condições de compor o Senado.” O mesmo Aécio que a embalou nove meses antesfoi pego num áudio comprometedor, virou réu e foi afastado do cargo pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Em entrevista à Folha, a professora de direito penal da USP defende a renúncia de Michel Temer como a saída “menos dolorida” e diz que, para substitui-lo, é “contra qualquer ideia de colocar FHC”, que “só faz oposição de fachada”.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: