Joice chama Bolsonaro de “botequeiro de 5ª categoria” e se diz arrependida

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cometeu “estelionato eleitoral” e o chamou de “botequeiro de quinta categoria”, durante entrevista concedida à rádio CBN. A parlamentar também admitiu o seu “arrependimento” no apoio dado a Bolsonaro.

“Eu fui, de fato, traída. Fui traída não por deixar a liderança. Isso é uma besteira. A traição foi na promessa de mudança, na promessa de que seria diferente. Então, sim, eu me sinto traída porque acreditei em algo que não está acontecendo. Eu acreditei em algo que caminha para ser um ‘estelionato eleitoral’. Mais um, como foi a Dilma, como foi o Lula. Nesse ponto, eu me arrependo profundamente”, afirmou ela, em tom de desabafo.

“Eu me enganei e lamentavelmente me arrependo, porque disse as pessoas que ele mudaria, que ele não era preconceituoso. Um presidente da República que, de vez em quando, no seu comportamento, fala como se fosse um botequeiro de quinta categoria, xingando pessoas, ofendendo pessoas por nada. Então, ao invés de levar o Brasil para frente, fica ‘brincando’ na internet de xingar as pessoas. Eu dizia que o presidente não era machista, que era só ‘duro’, ‘machão’. Aquilo eu me enganei e lamentavelmente eu me arrependo, porque eu disse às pessoas que ele mudaria, que ele não era esse machista, esse preconceituoso… Então, sim, nesse ponto eu me arrependo profundamente. Eu acreditei num sonho e vendi esse sonho às pessoas”, completou, em seguida.

Ex-líder do governo Bolsonaro, Joice Hasselmann foi retirada em outubro do ano passado de sua função no Congresso Nacional pelo próprio presidente Bolsonaro.

A situação da parlamentar teria ficado comprometida depois de assinar uma lista de apoio à permanência do deputado delegado Waldir na liderança do PSL na Câmara. O desejo do presidente Bolsonaro é que a posição fosse assumida por seu filho Eduardo.

Depois do episódio, Joice Hasselmann passou a trocar acusações públicas contra os três filhos de Bolsonaro, mas principalmente com Eduardo. (Assista ao vídeo abaixo)
Saída de Bolsonaro do PSL

Após desentendimentos públicos com outros parlamentares do PSL, dentre eles Joice Hasselmann, Jair Bolsonaro anunciou em novembro a saída dele da sigla e confirmou a ida ao partido Aliança pelo Brasil.

O Aliança planeja realizar eventos para coleta de assinaturas de apoio em 21 estados até o fim de fevereiro. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) precisa aprovar a criação da sigla até o fim de março para que o partido consiga lançar candidatos às eleições municipais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: