fbpx

Lula Chorão Soares esperneia e primos dão missão a ele de nomear e exonerar quem quiser essa semana

Chegou o dia, ou melhor, a semana que será decisiva para quem tem um vínculo com a Prefeitura do Assú, seja como comissionado ou contratado, desde que esteja dentro do grupo liderado pelo coroné George Soares e o prefeito cassado Gustavo.

Segundo se comenta nos bastidores, Lula Chorão Soares, já foi chorar as pitangas e reclamar ao tio Ronaldo, o maior vigarista da cidade de Assú e seu mentor político, e aos primos, o fato de ainda ter gente com vínculo com a Prefeitura e que não tem demonstrado nenhuma ação de apoio ao seu nome, já que é herdeiro do clã Soares e por isso, terá o direito de disputar a próxima eleição pelo grupo.

Depois do choro, Lula conseguiu o que queria e terá durante essa semana e até o fim do mês, reuniões de conversa com cada pessoa, e terá a missão de exonerar quem discorda do seu nome, ou manter quem estiver disposto a apoiá-lo.

Essas ações são típicas da Oligarquia Soares, que gosta de tudo no grito, mas no caso de Lula, o choro tem sido sua principal estratégia e assim, conseguir nem que seja a força, que a população engula seu nome depois dele ter abandonado a Secretaria de Saúde em 2018.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: