Lula diz que PT não deve apoiar candidato que mantenha reformas

Em encontro fechado com juristas nesta quinta-feira em um hotel de São Paulo, o ex-presidente Lula afirmou que o PT não pode apoiar um substituto para o presidente Michel Temer que mantenha em pauta as reformas trabalhista e da Previdência.

De acordo com presentes, Lula defendeu que o PT não tenha papel secundário nesse processo, apenas endossando um candidato que dê seguimento à agenda defendida por Temer. O ex-presidente reconheceu, porém, que a saída para a crise deve ser negociada entre os partidos.

Oficialmente, o PT mantém a defesa de realizações de eleições diretas, apesar de seus dirigentes admitirem a dificuldade para aprovação da Proposta de Emeda Constitucional (PEC) para que a escolha do novo presidente seja pelo voto popular.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: