fbpx

Marineide Diniz desafia MP e justiça e insiste em não realizar concurso público para usar de politicagem em Processo Seletivo

Em novembro de 2021, a prefeita Marineide Diniz recebeu recomendação do Ministério Público para anular um pregão eletrônico nº 002/2021, com a consequente rescisão do contrato dele derivado, firmado com a cooperativa de trabalho dos Profissionais de Educação do RN (COOPEDU).

Para o MPRN, a falta de postos de trabalho no Município supre-se por meio do envio pelo Chefe do Executivo de projeto de lei para a criação de cargos públicos à Câmara Municipal e não por meio de contratação emergencial. O descumprimento ao que foi recomendado implicará na adoção das medidas judiciais cabíveis, podendo haver inclusive o ajuizamento de ação de por ato de improbidade administrativa.

Apesar de todo a orientação do MP, a prefeita se comporta como “arrochada”, com intuito de peitar o MP, não apenas por não seguir as recomendações, mas também por colocar familiares dentro da prefeitura e ainda brincar de nomear e exonerar o filho.

Mas o MP está de olho na prefeitura de Carnaubais e a qualquer momento pode vim severas sanções contra a prefeita Marineide, para ela entender que ali não é a casa dela para servir apenas aos seus familiares, mas sim servir ao povo da cidade.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: