Ministério Público pede abertura de inquerito por quebra de decoro do vereador de Macau Kekel

A imagem pode conter: 1 pessoa, barba

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, com sede em Macau, encaminhou um ofício à presidente da Câmara, vereadora Maria Dyana de Lyra, solicitando a mesma que na comissão de ética, abrisse um procedimento por quebra de decoro contra o vereador Emanuel Clélio de Oliveira Carlos (kekeu), em razão do mesmo incitar a população a não pagar o IPTU, imposto municipal previsto na constituição Federal.

O procedimento ocorreu devido a falta de decoro parlamentar, desempenhada pelo vereador ao incentivar a população a não pagar o imposto, informando inverdades ao povo, ao afirmar ser o tributo ilegal. Ao verificar as afirmações do vereador kekel, o Ministério Público entendeu que causaram prejuízos aos cofres públicos, o que incentivou a abrir o procedimento que pode ocasionar a eventual cassação do mandato do vereador Emanuel Clélio .

Resta saber se a Câmara irá acatar o pedido do Ministério Público, ou negligenciar como já aconteceu em outras ocasiões em relação ao mesmo vereador. A população fica aguardando qual será o papel da Câmara nessa situação.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: