“Domingo no Parque”: Governo oferece nova opção de lazer às famílias

A população de Natal e região metropolitana ganhou uma nova opção de lazer para os finais de semana: o Domingo no Parque. O projeto é uma ação inédita do Governo do Estado em parceria com a Associação Norte-Rio-Grandense de Criadores (Anorc) e Prefeitura de Parnamirim, realizada no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, aos domingos.

Para quem gosta de aproveitar os momentos em família e se divertir ao ar livre, a iniciativa é uma boa pedida. Foi o que constatou Marília Café que marcou presença na primeira edição do evento, realizada neste domingo (20). Acompanhada de sua mãe, Maria do Céu, e do seu filho de 6 anos, ela comentou suas primeiras impressões. “Achei muito interessante, principalmente porque Natal deixa a desejar na questão de cultura ao ar livre. Temos lugares fechados, shoppings centers, mas um lugar como esse que tem de tudo um pouco como atividades físicas para o adulto, área para o idoso caminhar, brincadeiras e espaço para as crianças se divertirem, é maravilhoso”, destacou Marília. Compartilhando da boa sensação de sua filha, Maria do Céu completou: “É uma atividade muito bacana para toda a família, ainda mais para o idoso que tem poucas opções de lazer”.

A estreia do projeto contou com passeio nos pôneis para crianças, espaço kids com brincadeiras e destaque para as apresentações infantis – Patrulha Canina e a dupla Peteca e Florzinha –, feirinha de artesanato, ações do Detran, aula de dança e treino funcional, exposição de peixes ornamentais, praça de alimentação com food trucks, além de área para skate, patins e bike

Leia mais“Domingo no Parque”: Governo oferece nova opção de lazer às famílias

Jair Bolsonaro diz que é melhor perder direitos trabalhistas que o emprego

Resultado de imagem para Jair Bolsonaro diz que é melhor perder direitos trabalhistas que o emprego

O presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro , voltou a fazer um discurso forte voltado à segurança pública. Em evento na Associação Comercial do Rio de Janeiro, aproveitou perguntas da plateia para voltar as críticas a grupos como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

Segundo ele, esses movimentos são compostos por “marginais que devem ser tratados como terroristas”. “A propriedade privada é sagrada. Temos que tipificar como terroristas as ações desses marginais. Invadiu? É chumbo!” Ele defendeu ainda o uso de “lança-chamas” em ações contra esses grupos. A plateia deu risada.

Bolsonaro também voltou a defender o armamento da população. E engatou: “A questão da violência se combate em alguns casos com mais violência ainda. Quem achar que eu estou errado, tem muito candidato politicamente correto, que está aí defendendo direitos humanos para essa gente, defendendo audiência de custódia. Eu não quero que ninguém sofra, mas cadeia existe para tirar essa gente da rua. Temos que acabar com a figura do ‘excesso’ (policial)”, declarou, ao discorrer sobre a violência urbana e as ações policiais. Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

Leia maisJair Bolsonaro diz que é melhor perder direitos trabalhistas que o emprego

“Não tenho compromisso com Carlos Eduardo”, diz deputado Nélter Queiroz

Apesar de declarar apoio para a reeleição dos senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (MDB), o deputado estadual Nélter Queiroz (MDB) disse hoje ao jornalista Diógenes Dantas em entrevista ao Jornal da 96 que não tem candidato a governador e que só vai declarar o seu voto em agosto. Segundo o deputado, o povo não quer votar nos nomes apresentados para o Governo do RN até agora para a disputa de 07 de outubro.

Ele afirmou que não tem compromisso com o ex-prefeito e pré-candidato a governador pelo PDT Carlos Eduardo Alves, assim como ‘ele também não tem nenhum compromisso comigo para deputado estadual’.

Na avaliação de Nélter, faltam nomes ao DEM e ao MDB na disputa para deputado federal numa coligação com Carlos Eduardo. Apenas Walter Alves e Felipe Maia aparecem como candidatos e os dois podem perder a disputa pela reeleição. Para deputado estadual, a nominata dos dois partidos é fraca, diz o deputado. Escute abaixo trecho da entrevista:

Justiça condena ex-prefeito de Pedro Avelino Francisco Rômulo

Ex-prefeito do Município de Pedro Avelino, Francisco Rômulo de Figueiredo foi condenado pela prática de atos de improbidade administrativa, em 2005. Ele construiu 22 tanques de piscicultura no distrito de Baixa de Angicos, utilizando recursos próprios, dispensando-se a abertura de processo licitatório ou procedimento de dispensa de licitação, em obra que teria beneficiado o ex-gestor municipal. A decisão é do juiz da Comarca de Lajes, Bruno Lacerda Bezerra Fernandes.

Com isso, Francisco Rômulo foi punido com as sanções de: perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio; perda da função pública, que porventura ocupe; suspensão dos direitos políticos pelo período de oito anos; pagamento de multa civil de três vezes o valor do acréscimo patrimonial, a ser revertida em favor do Município de Pedro Avelino.

Rômulo também deve ressarcir de forma integral o dano, em favor do Município de Pedro Avelino, no valor de R$ 4.139,26, conforme notas ficais de insumos, atualizados com juros de mora, assim como, deve ressarcir os gastos irregulares decorrentes do uso de servidores para as construções dos tanques de piscicultura, com a apuração do respectivo valor em liquidação de sentença

Leia maisJustiça condena ex-prefeito de Pedro Avelino Francisco Rômulo

PM e IBAMA prendem 27 pessoas e desarticulam campeonato de caça no Seridó

Operação Pódio é deflagrada no interior do RN (Foto: CIPAM/Divugação)

Uma operação realizada por policiais militares da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM) desarticulou um campeonato de caça neste domingo (20) na região Seridó potiguar. A ‘Operação Pódio’ foi deflagrada entre as cidades de Currais Novos e São Vicente. Pelo menos 27 caçadores foram presos.

Ainda de acordo com a CIPAM, participaram da operação equipes da Polícia Ambiental de Caicó e Natal, PMs de Currais Novos e equipes do IBAMA.

Foram apreendidos quatro tatus verdadeiros e sete tatus-peba, além de dezenas de armadilhas, 18 veículos, armas e cachorros. G1 RN

Temer convoca reunião para discutir alta no preço dos combustíveis

Pesquisa combustíveis

O presidente Michel Temer convocou para hoje (21) uma reunião emergência para discutir a alta dos preços dos combustíveis. A reunião ocorre no momento em que os caminhoneiros deflagraram uma paralisação por tempo indeterminado e que bloqueia rodoviais em pelo menos dez estados. Os caminhoneiros se queixam do reajuste das tarifas do diesel.

A reunião, no Palácio do Planalto, está marcada para as 18h. Foram chamados para participar da conversa com o presidente os ministros Moreira Franco (Minas e Energia), Eduardo Guardia (Fazenda), Eliseu Padilha (Casa Civil), Esteves Colnado (Planejamento) e o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

Pela manhã, os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciaram a criação, na próxima quarta-feira (23), de uma comissão geral no Congresso que deverá acompanhar os desdobramento da política de reajuste de preços de combustíveis no país.

Nesta manhã, Guardia disse que o governo examina a redução de tributos incidentes sobre os combustíveis, mas não tem ainda nenhuma decisão sobre o assunto. Em teleconferência com a imprensa estrangeira, ele afirmou que medidas para reduzir as alterações constantes nos preços estão sendo discutidas, mas destacou que o governo não tem neste momento “flexibilidade fiscal”.

Segurança: Governador reúne Polícia Civil para tratar de concurso, estatuto e plantão em Assu

O governador Robinson Faria se reuniu nesta segunda-feira, 21, com representantes dos delegados, agentes e escrivães da Polícia Civil. A reunião tratou da realização de concurso público para as três carreiras, promoções, reestruturação do estatuto da categoria e implantação do plantão policial em Assu para atender os municípios do Vale do Açu e parte da região Oeste.

Ficou definido que a Procuradoria Geral do Estado e a Secretaria de Administração irão incluir as vagas dos policiais exonerados no concurso. Hoje há 302 cargos vagos na Polícia Civil contabilizando delegados, agentes e escrivães que se aposentaram ou faleceram. Este número poderá ser ampliado em mais 36 cargos com a inclusão das vagas abertas pelos exonerados.

O pagamento das promoções e a correção de distorções terá andamento e também será condicionada à disponibilidade financeira e às normas da Lei de Responsabilidade Fiscal. Em relação à reestruturação do Estatuto os entendimentos serão iniciados visando a definição do novo regramento. O funcionamento em regime de plantão da delegacia de Assu será definido compreendendo o período da sexta-feira à noite até a manhã da segunda-feira

Leia maisSegurança: Governador reúne Polícia Civil para tratar de concurso, estatuto e plantão em Assu

Nelter visitou Paraú e Assú neste fim de semana

Durante o final da semana, o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) visitou amigos no Médio Oeste e no Vale do Assú, como faz rotineiramente.

No Médio Oeste, o parlamentar esteve em Paraú, no último sábado (19), prestigiando os festejos alusivos ao Divino Espírito Santo, padroeiro do município. Na ocasião, Nelter esteve com o ex-prefeito Antônio de Narciso e familiares, com os vereadores Flavinho e Ana Neri, dentre outros amigos.

Já no Vale, o deputado visitou comunidades localizadas na Várzea do Assú, neste domingo (20), na companhia do ex-vereador Everaldo Marques. Durante sua estadia pela região, Queiroz foi recebido com um almoço oferecido pela família de seu Clidenor e dona Dalva, na comunidade Poré.

Nelter diz que Governo do Estado e prefeitos transformam a política num ‘balcão de negócios’

O Governo do Estado e as prefeituras de Natal, Mossoro, São Gonçalo do Amarante, Extremoz e Monte Alegre, estão transformando a política do RN num grande balcão de negócios, segundo denúncia feita hoje pelo deputado Nélter Queiroz (MDB), no Jornal 96, durante entrevista ao jornalista Diógenes Dantas,

O deputado do MDB, acusou o governador Robinson Faria de negociar secretárias com partidos em troca de aliança política. Ele disse que a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante está bancando as candidaturas de Terezinha Maia (PR), para deputado Estadual, e de Zenaide Maia (PHS), para senadora da República.

Nélter denunciou que ex-prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de todas as regiões do Estado ganharam, para si próprios ou para familiares, cargos comissionados em São Gonçalo para votar em Terezinha e em Zenaide Maia.

O deputado Nélter Queiroz desafiou o Ministério Público Eleitoral a tomar providências. “Parece que o Ministério Público foi extinto. Isso tudo está acontecendo em um dos principais municípios do Estado e até agora não aconteceu absolutamente nada”.

Ex-juiz cobra transparência do Ministério Público

O ex-presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Vladimir Passos de Freitas, cobra maior transparência do Ministério Público em artigo publicado no site Consultor Jurídico.

Eis o que afirma o articulista:

A Lei da Ação Civil Pública prevê, no artigo 13, que o dinheiro das indenizações nas ações coletivas irá para um Fundo a ser gerido por um Conselho Estadual. No entanto, muito embora os sites dos Ministérios Públicos Estaduais tenham um Portal da Transparência, conforme determina a Resolução 86/2012 do Conselho Nacional do Ministério Público, sobre o Fundo nada se encontra.

Assim, no âmbito estadual paira desconhecimento sobre destino de tais verbas. Veja-se, a título de exemplo, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul e o de Santa Catarina , onde nenhum registro há a respeito. No âmbito federal a situação é melhor, pois o site do Fundo de defesa de direitos difusos, vinculado ao Ministério da Justiça, presta informações.

O Blog abre espaço para as manifestações do CNMP e do Ministério Público dos dois Estados

Frederico Vasconcelos –  Folha de São Paulo

“Ao rei tudo, menos a honra”, diz ex-secretário da Semarn Ivan Júnior

A postagem da mensagem: “Ao rei tudo, menos a honra”, publicada nas rede sociais neste final de semana pelo ex-secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarn) Ivan Júnior, provocou o maior rebuliço e foi o assunto político mais comentado nas conversas de bastidores e nas ruas do Assú.

A declaração do ex-prefeito do Assú e pré-candidato a deputado estadual pelo PSD do governador Robinson Faria, também foi pauta de bate papo de vereadores e de outras lideranças políticas do Assu e do Vale do Açu, querendo enxergar se a mensagem foi apenas uma manifestação ou um recado político endereçado a alguém.

Os internautas reagiram a mensagem, hipotecando solidariedade e apoio ao ex-prefeito Ivan Júnior, como por exemplo ‘estamos com voce”, entre outras que asseguravam admiração, respeito e confiança no pré-candidato a deputado estadual.

STF volta a discutir aplicação da regra do foro privilegiado

Três semanas depois de ter estabelecido as novas regras para o foro privilegiado de deputados e senadores, o Supremo Tribunal Federal (STF) voltaráao tema na próxima quinta-feira, mas sobre outro aspecto.

Agora, os ministros devem aprovar uma súmula vinculante para estabelecer que, quando surgirem indícios de envolvimento de autoridade, a investigação deve ser imediatamente enviada ao tribunal indicado como foro do cargo ocupado.

A regra vem para evitar que uma autoridade seja investigada na primeira instância por muito tempo antes que o juiz decida remeter o processo para o tribunal do foro. Se o texto for aprovado, juízes de todo o país serão obrigados a seguir a orientação. O Globo.

PP, PR, DEM, PRB e Solidariedade tem R$ 600 milhões para gastar na campanha

Resultado de imagem para Kelps lima

Cinco partidos com capilaridade nacional, uma bancada de 165 deputados federais e mais de R$ 600 milhões para financiar campanhas, um quarto do total.

Esse é o cacife eleitoral do núcleo duro do centrão, que negocia um acordo de união para apoiar uma candidatura presidencial, que pode até nascer das fileiras de PP, PR, DEM, PRB ou Solidariedade.

Neste cenário, significa dizer que os potiguares: ex-deputado federal João Maia (PR), deputado federal Beto Rosado (PP), Felipe Maia (DEM) e o atual deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade), terão dinheiro para bancar a campanha eleitoral dos candidatos de seus partidos no Estado.

%d blogueiros gostam disto: