fbpx

“Prefeita” do Plano Piloto renuncia ao cargo

Ilka Teodoro (foto), que ocupava o cargo de administradora do Plano Piloto de Brasília, renunciou ao cargo nesta segunda-feira (9), um dia após bolsonaristas radicais depredarem as sedes do poder da República na capital federal. Ela também deixa o cargo horas após seu chefe, Ibaneis Rocha (MDB), ser afastado por decisão de Alexandre de Moraes.

Em um comunicado, Ilka disse que nunca havia presenciado antes algo tão violento “simultaneamente com nossa história, com nosso patrimônio, com nossa arquitetura e com nossa democracia”. Ela ainda afirmou repudiar de forma “veemente” o vandalismo causado pelos bolsonaristas, “deixando um trauma e marca indelével na nossa memória.”,

Ela ainda criticou a atuação da segurança pública do DF e comparou as atuações nos dois domingos – o da posse presidencial, em 1º de janeiro, e ontem: “Depois de um protocolo de operações integradas impecável […] tivemos ontem o completo descumprimento de medidas necessárias para evitar que o cenário de guerra se instalasse no coração do Brasil – que o mundo assistiu estarrecido, consternado e em profundo lamento”, continuou.

Ela chamou a intervenção na segurança do DF pelo governo federal de necessária. “A ausência de um comando firme na segurança pública, coordenando as operações e ordens de missão do dia e garantindo a participação e integração dos demais órgãos, deixou um vácuo doloso e um cenário de terra arrasada”, concluiu.

A estrutura do Distrito Federal não tem municípios, de maneira que o Executivo é comandado diretamente pelo governo distrital. O cargo de administrador da região administrativa é de indicação do chefe do Executivo – cargo ocupado, no momento, por Celina Leão (PP).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: