fbpx

Prefeito do Assu aposta tudo nos cargos comissionados e na receita de R$ 54 milhões

Com a credibilidade junto a população no patamar de quase zero, o prefeito do Assú Gustavo Soares, quando disse que ia cuidar no município da campanha eleitoral do deputado estadual George Soares, ele estava confiando na força da sua tropa de vereadores governistas e na poderosa máquina de emprego de cargos comissionados da Prefeitura do Assu para reverter a situação de rejeição e garantir na cidade uma boa votação ao seu irmão e líder do clã Soares.

Mas, o prefeito Gustavo Soares, estava apostando mesmo todas suas fichas no comando da força milionária econômica da sua caneta. No ano passado, a receita da viúva no primeiro semestre foi de R$ 47.088.222,45 e este ano, ela pulou para mais de R$ 54 milhões, registrando um aumento de mais R$ 6.946.059,32 com elevação de 14,75%.

A receita da prefeitura de Assú, no primeiro semestre de 2018, alcançou o valor de R$ 54.034.281,77 o que significa dizer que esse valor dividido por seis meses, representa uma receita mensal de R$ 9.005.713,63, segundo dados do Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO), divulgado pelo blogueiro Samuel Nário, do Rabiscos.

Confiante na força econômica e empregatícia da Prefeitura do Assú, o prefeito Gustavo Soares, que tem realizado até agora, um péssimo governo, deixando a cidade abandonada, principalmente na saúde e educação, pretende ‘convencer’ o eleitorado nos próximos dois meses a apoiar o projeto de reeleição do seu irmão.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: