fbpx

Prefeito e aliado de Carlos Eduardo Alves pune vereadores de Natal

O rolo compressor da Prefeitura de Natal funcionou a favor dos empresários de ônibus e contra a população de Natal. A maioria dos vereadores preferiu defender os interesses das empresas de ônibus e votou contra usuários de transporte, mantendo o reajuste da tarifa.

Por 14 votos a 8, a tarifa permanece ajustada para R$ 3,65.  O prefeito Álvaro Dias (MDB), aliado do ex-prefeito e pré-candidato a governador pelo PDT, Carlos Eduardo Alves, agiu com “mão de ferro” e exonerou cargos comissionados de vereadores que votaram, no dia anterior, contra o reajuste. O ato serviu de exemplo para que outros parlamentares voltassem atrás.

O vereador Dinarte Torres, do PMB, expôs a situação vexatória à qual foi submetido. Denunciou que perdeu cargos comissionados na Prefeitura porque adotou posição a favor dos usuários e comunicou sua entrada na oposição.

Votaram a favor do decreto que previa revogação do aumento concedido à tarifa, os vereadores Sandro Pimentel, Natália Bonavides, Prf. Eleika, Robson Carvalho, Fernando Lucena, Dinarte Torres, Raniere Barbosa e Cícero Martins.

Votaram pela manutenção do aumento, os vereadores Nina Souza, Ney Lopes Jr, Felipe Alves, Sueldo Medeiros, Ana Paula, Dikson Junior, Preto Aquino, Paulinho Freire, Bispo Francisco de Assis, Aroldo Alves, Luiz Almir, Dagô, Chagas Catarino e Ubaldo Fernandes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: