Temer atua para emparedar aliados

O governo intensificou ações em várias frentes para garantir a derrubada do relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), que recomenda a aprovação da admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Os dirigentes de partidos aliados — PMDB, PP e PR — anunciaram reuniões da Executiva para discutir o fechamento de questão contra a denúncia, com o objetivo de engessar os votos de deputados rebeldes. Além disso, mantiveram a estratégia de substituir membros na CCJ que pretendiam votar a favor do relatório para garantir uma vitória logo na primeira fase de votação da denúncia por corrupção contra o presidente.

Em outra frente, o PMDB protocolou na comissão um voto em separado contra a autorização da investigação de Temer pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Se conseguir barrar o relatório de Zveiter, a tropa de choque governista tentará levar o voto vencedor ao plenário. As informações são de O Globo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *