Temer calcula ter 21 de 22 votos do PMDB para trabalhista

O governo já contabiliza apoio de 21 dos 22 senadores do PMDB para aprovar a reforma trabalhista.

O cálculo é do próprio presidente Michel Temer, segundo a Coluna do Estadão.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: