fbpx

Toffoli nega pedido de Dirceu para evitar prisão

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido liminar apresentado pela defesa do ex-ministro José Dirceu, que tenta evitar sua prisão. Para Toffoli, o caso deve ser analisado em definitivo pela Segunda Turma da corte, formada por cinco ministros, uma vez que a decisão de soltá-lo em 2017 foi tomada lá.

O objetivo da defesa era lhe garantir o direito de ficar em liberdade mesmo após o julgamento de um recurso apresentado contra condenação em segunda instância imposta na Lava-Jato, ocorrido nesta quinta-feira no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre.

Ele também afirmou que, apesar de ser contrário ao entendimento vigente do STF, de que é possível prisão após condenação em segunda instância, iria seguir a maioria. As informações são de O Globo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: