Vereador Stélio não faz oposição e só quer água fresca e sombra em Assú

Vereador Stélio só quer moleza e pode desistir da reeleição

O vereador Stélio Márcio de Sá Leitão, cotado para disputar a vaga de vice-prefeito na chapa encabeçada pelo prefeito Gustavo Soares, que disputará a reeleição após a juíza eleitoral do Assú Suzana Paula de A. Dantas Corrêa inocenta-lo da acusação de recebimento de doação ilegal de empresa ou indicará o secretário Nuilson Pinto, vulgo Pavão, como candidato a prefeito da patota do Jacaré, por indicação debaixo dos panos do pastor da Assembléia de Deus Alfredo Melo, não fiscaliza mais nada do governo e só quer água fresca e sombra.

O vereador que se elegeu com o apoio do empresário Patrício Júnior e após a derrota dele para o atual prefeito Gustavo Soares na campanha eleitoral de 2016, aderiu logo ao governo municipal no começo da gestão do filho do Jacaré e depois foi expulso igual a sapo a pontapés pelo deputado George Soares, agora quer voltar com a ajuda do pastor da Assembléia de Deus Alfredo Melo que exerce o papel de garoto propaganda do governo e tem uma amizade com o deputado federal João Maia e com a senadora Zenaide Maia que lutam para garantir ao seu filho e sargento da PM Elieser Melo, fora do patrulhamento e do policiamento ostensivo das ruas, para atuar nos gabinetes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: