Vice-prefeito macauense na mira do Ministério Público

Maresia: Desdobramentos da operação envolvem e podem complicar o atual vice-prefeito de Macau.

O Ministério Público Estadual está apurando através do inquérito nº 113.2017.002710 a reforma, ampliação e implantação da quadra esportiva da Escola Municipal Edinor Avelino, serviços que foram realizados na gestão 2013/2016 pela empresa MAC Construções, envolvida na Operação Maresia, que afastou e prendeu ex-prefeitos, secretários e mais alguns funcionários da Prefeitura de Macau no final do ano de 2015.

Segundo o Ministério Público a obra na escola contém fortes indícios de superfaturamento em todas as fases da obra, além de que é fato notável a má qualidade dos serviços realizados, deixando assim, dois fortes indícios de que a obra teria sido usada para enriquecimento ilícito.

O atual Vice-Prefeito de Macau, Rodrigo Antônio Medeiros Aladim de Araújo, também é alvo da investigação, uma vez que à época, era o Secretário de Educação do Município, e portanto respondia e autorizava todos os contratos celebrados pela pasta.

A Promotora Isabel Menezes pediu ao atual Prefeito Tulio Lemos cópias dos contratos firmados com a empresa e toda a documentação, além de outras informações, que podem comprovar o envolvimento de tais pessoas nos crimes. O atual Prefeito tem o prazo de 10 (dez), dias para enviar as informações para o MPE.

Se comprovados os crimes, as penas variam de 3 (três) à 6 (seis) anos, e multa.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: