VINGANÇA DO JACARÉ: Prefeitura do Assú mesmo com milhões em caixa retira quinquênio de servidores e não paga o plano de carreira


O pior prefeito da história do Assú, o fantoche turista, Gustavo Soares, permitiu que seu pai, o Jacaré, travasse uma queda de braço com os servidores municipais, e é responsável por uma verdadeira caça às bruxas aos direitos garantidos a eles por lei.

De forma irresponsável e penalizando os servidores que diferente dele, tem que trabalhar duro para ter o salário do mês na conta, o prefeito agiu na surdina e retirou o quinquênio no contra cheque de outubro, segundo informações que chegam ao Blog do VT. Também não está sendo pago o plano de cargo e carreira pela gestão municipal, e tudo isso, tem gerado uma insatisfação na categoria dos servidores públicos municipais.

Aí fica a pergunta, porque todo esse ódio e ataque aos servidores municipais, e porque esses cortes não são aplicados aos cargos comissionados da atual gestão, ou aos contratos celebrados com pessoas físicas que prestam serviço ao município? Cabe à Prefeitura do Assú responder, aos servidores cabe que eles saiam em luta da defesa de seus direitos, botar a boca no trombone, seja em rádios ou em redes sociais, e cabe ao Ministério Público investigar se tudo que está sendo feito não merece que a justiça tome as devidas providências, no sentido de coibir essa prática do fantoche de prefeito, Gustavo Soares.

A raiva desmedida da atual gestão contra os servidores, e a falta de respeito são grandes, e parece que tudo isso foi orquestrado pelo prefeito de fato, Ronaldo Soares, como forma de vingança contra os servidores que sempre foram o calo em seus mandatos como prefeito do Assú.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: