Caso Melhem é comparado com de Weinstein, condenado a 23 anos de prisão

Humorista e ex-diretor do departamento de humor da Globo, Marcius Melhem é acusado de assédio sexual e moral por doze pessoas, de acordo com a reportagem investigativa da revista Piauí.

A matéria, que é considerada uma “notícia-crime” para a advogada das vítimas, Mayra Cotta, traz também um paralelo do caso de Melhem com o do produtor de Hollywood Harvey Weinstein, que foi condenado a 23 anos de prisão em fevereiro por ataque sexual e estupro.

As acusações contra o produtor de filmes conceituados, como “Pulp Fiction” e “Shakespeare Apaixonado”, deram forma ao movimento #MeToo, uma campanha que teve adesão de atrizes de Hollywood contra a cultura de assédio sexual na indústria do entretenimento, e que se espalhou pelo mundo.

Mas o que tem a ver com os relatos de assédio contra Marcius Melhem?

“Ambos são homens que instrumentalizam sua posição de poder hierárquico dentro de uma grande empresa para assediar sexualmente as mulheres cujas carreiras dependem deles”, analisa a advogada em favor das vítimas no caso do brasileiro.

Na reportagem da “Piauí”, os assédios morais e sexuais sofridos por Dani Calabresa de 2015 até 2019 foram detalhados. O humorista teria forçado beijo, abraço e até mostrado seu pênis para a artista, o que deixou Calabresa intimidada e desencadeou uma crise de choro nela.

Além do assédio sexual, a reportagem traz outras questões. Segundo o texto, Melhem também boicotou a artista em novos projetos na TV Globo e em canais da emissora.

Em 2015, por exemplo, há uma história de chantagem emocional. Quando a humorista recebeu uma proposta de Miguel Falabella, Melhem disse: “Eu trouxe você para a Globo, eu te protejo aqui dentro da emissora e você vai me trair?”.

Mesmo fim?

A advogada Mayra, em entrevista a Leonardo Sakamoto e Nina Lemos no UOL, ressaltou não só as semelhanças em relação à conduta de Melhem e Weinstein, mas também a importância da união das mulheres que foram vítimas nos dois casos.

Eu acho que a gente pode caminhar para que essas semelhanças também prossigam. O caso de Weinstein teve um desdobramento muito importante.

Mayra diz que ainda não há inquérito instaurado sobre o caso, mas que, na sua opinião e pela descrição da matéria, a investigação, caso venha a acontecer, pode ser qualificada como tentativa de estupro.

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 11 milhões

O concurso 2324 da Mega-Sena, que será sorteado na noite deste sábado (5), em São Paulo, pagará um prêmio estimado em R$ 11 milhões.

O sorteio das seis dezenas está previsto para as 20h (horário de Brasília) no Espaço Caixa Loterias, no Terminal Rodoviário Tietê, com transmissão ao vivo pela internet, no canal oficial da Caixa.

A aposta mínima, de seis números, custa R$ 4,50.

Os jogos podem ser feitos até as 19h nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país, ou pela internet.

O prêmio bruto corresponde a 43,35% da arrecadação. Dessa porcentagem, 35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados; 19% entre os acertadores da quina; 19% entre os acertadores da quadra; 22% ficam acumulados e são distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos de final 0 ou 5; e 5% ficam acumulados para a primeira faixa – sena – do último concurso do ano de final 0 ou 5, a chamada Mega da Virada.

Promotor de Justiça é suspenso por 30 dias, sem salário, por compartilhar post ofensivo contra o ministro Gilmar Mendes

O promotor de Justiça Fernando Krebs foi suspenso por 30 dias, sem direito a receber o salário, por compartilhar, em uma rede social, uma mensagem ofensiva contra o ministro Gilmar Mendes. A publicação foi feita em 2019, e o Conselho Nacional do Ministério Público a classificou como discurso de ódio que incita a violência.

Krebs informou que foi surpreendido com a decisão e vai recorrer. A sentença é de 27 de novembro, mas só foi divulgada na quinta-feira (2).

A postagem, feita por uma terceira pessoa, mas compartilhada pelo promotor, diz: “Quem somos nós para julgar Janot? O homem chegou mais perto de fazer a vontade do povo do que qualquer um”.

O texto foi publicado dias após a divulgação nacional de entrevista em que o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot declarou que cogitou matar o ministro Gilmar Mendes, dentro do Supremo Tribunal Federal, com um “tiro na cara”.

Segundo o Conselho Nacional do Ministério Público, autor da ação, ao compartilhar a postagem, Fernando Krebs descumpriu os deveres do cargo, como manter conduta ilibada e irrepreensível na vida pública e particular, zelando pelos prestígios dos poderes. Os conselheiros consideraram que o fato de a mensagem não ter sido escrita diretamente pelo promotor não excluiu a responsabilidade que ele tem sobre a postagem.

Krebs diz que post foi intencional

Krebs afirmou, no entanto, que não foi uma postagem intencional, não percebeu que tinha compartilhado e que ela aconteceu quando ele estava em tratamento contra um câncer, em situação de saúde debilitada.

“Eu fui julgado pelo relator que me interrogou e conhece o processo administrativo e fui absolvido. Fui surpreendido com um pedido de vista e a condenação absolutamente desproporcional sob a alegação que eu teria feito intencionalmente essa postagem, o que não é verdade. Considero a decisão injusta e vou recorrer administrativa e judicialmente da mesma e confio na reversão dessa condenação”, afirmou o promotor.

O procedimento também será encaminhado para a Procuradoria-Geral da República para adoção das medidas cabíveis para apurar crime contra a Lei de Segurança.

Promotor Fernando Krebs durante entrevista em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

 https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2020/12/03/promotor-de-justica-e-suspenso-por-30-dias-sem-salario-por-compartilhar-mensagem-ofensiva-ao-ministro-gilmar-mendes.ghtml

Cartório eleitoral de Assú em Instagram desvirtua-se de propósito de informar e faz juízo de valor

O cartório eleitoral em Assú criou uma página no Instagram com o nítido propósito informativo de divulgar a população, as condutas e as orientações encaminhadas pelo próprio juízo da 29 zona eleitoral e do TSE, a cada eleitor no período de campanha bem como no próprio dia da votação, em total sintonia e semelhança como os demais cartórios eleitorais do Brasil.

No entanto, o cartório eleitoral em Assú na figura do administrador da página no Instagram, está extrapolando sua função informativa e está publicando conteúdos que estão fazendo juízo de valor, que podemos dizer que são verdadeiros julgamentos, já que publica uma matéria veiculada por um blog e do mesmo se diz que foi praticado fake news, sem oferecer contraditório e muito menos defesa.

O princípio da inércia do juiz estabelece o fato de que o Estado-juiz só atua se for provocado pela parte interessada. Ou seja, o juiz não age de ofício, por iniciativa própria, justamente por ser o julgador. O papel que o administrador da página do cartório eleitoral em Assú está fazendo é de usurpar a competência do juiz que em um devido processo legal, com contraditório e ampla defesa, poderia exercer um juízo de valor ou julgamento, se fosse na ocasião provocado.

Portanto, em face desta conduta do cartório, o blog está acionando hoje pela manhã a corregedoria do TRE/RN e ao CNJ para que apure a administração da referida página, que muito certamente não reflete a conduta do juízo da 29 zona eleitoral, mas que respinga, tendo em vista, que é como se falasse pela zona eleitoral porque é uma página oficial da mesma.

Cada um em seu quadrado. O jornalismo de verdade não é intimidado e continuará intransigente na defesa dos direitos e garantias fundamentais de cada indivíduo.

Página do TSE não informou que eleitor de Assú falecido estava com título cancelado em pesquisa por Certidão Eleitoral

O Blog do VT quando publica matérias, tem o cuidado e o respeito pelo seu leitor, de checar as informações antes de divulgar, por isso, não postamos fake News e nem matérias falsas. Para isso, vamos explicar porque publicamos matérias falando que até os mortos podem ter votado em Assú.

Na página do TSE até dia 23/11/2020, não havia nada no site de pesquisa de quitação eleitoral que indicasse que o eleitor que faleceu estivesse com título cancelado ou coisa do tipo, pois fizemos a pesquisa com alguém que faleceu e só aparecia a mensagem “De acordo com o calendário eleitoral, a emissão de quitação está suspensa até 13/12/2020”.

Essa explicação no site não bate com a informação divulgada pelo TRE de Assú que afirma que quem morre tem seu título cancelado. Se fosse assim, teria sido informado isso na pesquisa eleitoral, já que digitamos o título da pessoa que faleceu, juntamente com nome da mãe e do pai.

E para que chegássemos a esse pensamento de suspeita, recebemos de uma cidadã, a informação de que alguém foi em sua casa, se dizendo do TRE, recolhendo o título de seu marido, e ainda nos mostrou a imagem do carro não muito nítida em sua casa nesse dia. Ainda segundo ela nos informou, se dirigiu ao Cartório, e apenas disseram que o TRE não recolhia títulos de mortos, e mais nada.

Após as eleições, com a falta de biometria como comprovação de que o eleitor era mesmo o eleitor, o Blog decidiu pesquisar diante de outras reclamações, aí foi quando vimos que no site do TSE deixava indícios de que o título ainda estava ativo, por isso fizemos a matéria.

O Blog do VT reafirma seu compromisso de que não divulga informações falsas, e mostra diante desses fatos aqui relatados, se alguém aqui faltou com informações foi o site do TSE, e não o blog, pois sustentamos o que dissemos embasados em pesquisas feitas.

E para provar, fizemos a mesma pesquisa feita em 23/11/2020 e incrivelmente hoje aparece a mensagem “Os dados informados (nome e data nascimento) não conferem com aqueles constantes no Cadastro Eleitoral”. Isso sim é estranho, pois há poucos dias antes da publicação essa informação não estava no site.

E tem mais, quando alguém achar que o Blog publica matéria com conteúdo duvidoso, pode nos enviar e-mail e faça sua defesa, porque por estarmos cientes da veracidade dos dados que publicamos, colocaremos as alegações enviadas e ainda vamos confrontar com os fatos que nos levaram a divulgar determinada situação.

Aqui, tudo que é divulgado tem embasamento, o blog do VT sempre tem compromisso com a verdade e lamenta a conduta do cartório eleitoral de Assú, em informar que a matéria veiculado pelo blog é fake News.

 

Kleber Rodrigues afirma que gestão da Sesap/RN precisa ter mais atenção ao SAMU

Citando o caso de um paciente vítima da COVID-19 que não conseguiu ser transportado pelo SAMU Estadual, o deputado estadual, Kleber Rodrigues (PL), fez um apelo à gestão da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap-RN) para que tenham mais atenção com o serviço e a população da RN. Seu pronunciamento foi durante a sessão plenária desta quinta-feira (3) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

“Esse paciente conseguiu ser regulado para uma UTI em virtude da COVID-19 e apresentava saturação de mais de 70%, mas após a regulação, ele ficou esperando até às 18h de ontem para ser realocado para uma UTI e não conseguiu. Fiz diversos contatos, mas infelizmente não tive a sorte dos que conseguem ser atendidos pelo secretário. Ao final do dia a família teve que fazer uma cota para contratar de forma particular uma unidade de terapia intensiva a fim de levar esse paciente para o hospital em Parnamirim”, criticou o deputado.

Kleber Rodrigues fez questão de deixar clara a sua admiração pelos servidores do SAMU: “Eles fazem um belíssimo trabalho, mas os seus gestores precisam ter atenção. Quantos pacientes devem ter necessitado desse serviço e tiveram esse mesmo atendimento que foi dispensado agora?”, questionou o parlamentar.

Ele ainda agradeceu ao secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, pela atenção dispensada, ainda que o problema não pertencesse à sua pasta. “Mineiro tentou ajudar e se a família não tivesse feito a cota, possivelmente hoje ele não teria nem vida. Quero deixar como mensagem para o secretário a fim de questionar se ele teria essa mesma atenção caso o paciente fosse da família dele. Que fique esse exemplo para que as pessoas passem a ter mais responsabilidade e que os órgãos de saúde tenham mais atenção, mais zelo e mais cuidado”, lamentou.

Francisco do PT solicita emissão de títulos de posse para famílias assentadas

O deputado estadual Francisco do PT apresentou requerimento na Assembleia Legislativa solicitando ao superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) no Rio Grande do Norte, a emissão de títulos de posse para as famílias assentadas de reforma no Projeto de Assentamento Ronaldo Valência, no município de Campo Grande.

“São quase 50 famílias assentadas que serão beneficiadas com a posse definitiva de seus títulos, uma vez que já passam de uma década naquela área e o atual Governo Federal tem dado um total descaso. Portanto, a posse do título abrirá condições de, por exemplo, realizarem financiamentos para estruturação e custeio de suas produções agrícolas e da manutenção dos seus rebanhos”, justificou.

O parlamentar destacou ainda que a reforma agrária cumpre um papel fundamental no desenvolvimento econômico e social de qualquer sociedade que almeja o crescimento de sua economia e o bem estar do seu povo. “Isto porque é uma forma barata e eficiente de gerar ocupação e renda ao mesmo tempo que evita o êxodo rural e estimula e amplia a produção de alimentos para o conjunto da sociedade”, reforçou.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: