fbpx

Nelter Queiroz fala sobre ações do Governo do Estado

Na Sessão Plenária da Assembleia Legislativa, realizada na manhã desta quarta-feira (25), o deputado Nelter Queiroz (PSDB) utilizou seu discurso para se contrapor à fala do deputado Francisco do PT a respeito da inauguração do novo Campus da UERN, na zona Norte. Além disso, o parlamentar criticou o governo estadual sobre algumas atitudes “contra os servidores públicos”.

“Primeiro, eu quero lembrar ao deputado Francisco que essa sede da UERN já estava pronta desde o primeiro mês do Governo Fátima. Ela poderia ter inaugurado logo no início do mandato. E eles estão fazendo esse discurso político no último ano da governadora para ver se conseguem vencer as eleições”, disse.

Para Nelter, a governadora “retirou o dinheiro dos respiradores que iam salvar a população da Covid-19”. “E ainda tiveram as licitações dispensadas em vários órgãos, por parte da Secretaria de Saúde, resultando na apreensão de documentos e muitas mortes”, acrescentou.

O parlamentar afirmou ainda que “Fátima Bezerra é contra os servidores e esqueceu sua bandeira de origem popular”. “Ela calou a boca dos sindicatos e persegue os servidores mais humildes. Exemplo disso é que ela conseguiu retirar mais de R$ 50 milhões dos precatórios do Tribunal de Justiça. E o dinheiro estava bloqueado. Eu quero saber se os recursos seriam liberados, caso estivesse guardado para pagar os poderosos do órgão. Mas, como era dos mais simples, eles liberaram”, repudiou.

TRE-RN e TJRN se unem para combater a desinformação

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) e o Tribunal de Justiça (TJRN) se uniram para combater a propagação de notícias falsas, especialmente durante o período eleitoral. A parceria foi firmada entre os departamentos de Comunicação dos dois Tribunais. A ideia é que o TJRN, através de suas redes sociais, divulgue informações corretas e serviços sobre as eleições de 2022. Parceria com o TJRN visa ampliar a divulgação de informações verdadeiras sobre o processo eleitoral

“O combate à desinformação é uma prioridade para o TRE-RN, bem como para toda a Justiça Eleitoral. Entendemos que fomentar a circulação de conteúdos verídicos e estimular a verificação por meio da divulgação de notícias checadas, recomendações e conteúdos educativos é o caminho para enfrentar os efeitos negativos provocados pela desinformação. A parceria com o TJRN, que possui, em uma única rede social, quase 30 mil seguidores, visa ampliar a divulgação de informações verdadeiras sobre o processo eleitoral”, explica a assessora de Comunicação do TRE-RN, Carla França.

Leia maisTRE-RN e TJRN se unem para combater a desinformação

Walter Alves diz que MDB não seguirá unido no apoio a Fátima e Carlos Eduardo

O presidente estadual do MDB, deputado federal Walter Alves, defendeu que o seu partido passe a apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto já no primeiro turno.

Como pré-candidato a vice-governador numa chapa liderada pela governadora, Walter Alves disse que tem conversado com os prefeitos, vice-prefeitos, ex-vice-prefeitos e dirigentes municipais do MDB, individualmente, mas admitiu a impossibilidade de levar todo o partido a apoiar uma chapa majoritária PT/MDB/PDT. “Existe uma sintonia boa com a governadora Fátima Bezerra (PT), acredito, sem soberba, e sem petulância que hoje 80% do partido seguirá conosco”.

Para Walter Alves, “não existe consenso no partido do tamanho do MDB, a gente tem de compreender alguns casos, mas a grande maioria vai seguir com apoio à governadora”. Já para o Senado da República, Walter Alves afirmou que o partido apoiará a pré-candidatura a senador do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT): “Claro que vamos respeitar entendimentos com outros candidatos, com Rogério Marinho e eventualmente Rafael Motta (PSB), mas o nosso candidato será Carlos Eduardo”.

A respeito do fato da chapa majoritária que está sendo formada contar com membros de uma mesma família, o deputado ponderou que “na família ninguém foi nomeado, todos fomos eleitos pelo voto popular, democraticamente”. Certamente, segundo o deputado, a população pode concordar ou discordar, “isso é democracia, por isso o MDB sob a liderança de Garibaldi Filho, decidiu apoiar Fátima Bezerra numa frente ampla”.

As divergências políticas que houve entre o PT e MDB e as críticas que eram feitas à família Alves, segundo o deputado, são questões superadas, como foi o caso do posicionamento a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Ele lembrou que na última eleição para presidente da Câmara dos Deputados, o PT apoiou e votou no presidente nacional do MDB, o deputado federal paulista Baleia Rossi. “O PT apoiou e de ‘lá pra cá’, quebrou a dificuldade que existia politicamente”, disse.

Com informações da Tribuna do Norte

 

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: