fbpx

Alckmin quer R$ 2,5 bi para tocar vitrines da gestão em ano eleitoral

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), cuja imagem de gestor experiente será explorada na campanha

Com um ambicioso calendário de inaugurações para a temporada eleitoral, o governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), pretende tomar R$ 2,5 bilhões emprestados para tocar vitrines da gestão. Há uma semana, o tucano encaminhou, em regime de urgência, projeto de lei à Assembleia que o autoriza a contrair empréstimos para obras do metrô e da rodovia dos Tamoios.

Os deputados estaduais têm, pela regra, 45 dias para votar o texto. Segundo a Folha apurou, há pressa e a base de Alckmin pretende aprová-lo ainda neste ano. Pré-candidato a presidente da República, Alckmin montou um cronograma que prevê entregas praticamente semanais de projetos em áreas essenciais como infraestrutura e saúde.

Com isso, dá sustentação a uma das principais estratégias de sua campanha, que será mostrar que “São Paulo não parou”, apesar da crise, e convencer o eleitor de sua experiência como gestor. As informações são de  THAIS BILENKY, Folha de São Paulo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: