Chefe de Gabinete pode fazer Delação Premiada e deixa deputado Ezequiel ‘assombrado’

Ezequiel em Assú com seu colega e deputado integrante da Mesa Diretora George Soares

A prisão da chefe de Gabinete do presidente da Casa Legislativa,  deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), poderá levar Ana Augusta Simas Aranha Teixeira de Carvalho, a fechar um acordo de delação premiada com o Ministério Público para contar tudo que sabe desse esquema criminoso de nomeação de funcionários fantasmas na Assembléia do RN.

Segundo o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), 
o esquema fraudulento apontado na operação Dama de Espadas, deflagrada em 2015, foi continuado com a indicação de servidores para cargos na Assembleia Legislativa na gestão do presidente e deputado Ezequiel Ferreira, do PSDB, chegando a desviar pelo que foi apurado
, ao menos R$ 2.440.335,47.

Com a possibilidade de delação premiada, o presidente e deputado Ezequiel Ferreira, do PSDB, está assombrado e evitam falar sobre a operação Canastra Real, para explicar como tudo isso acontecia nas barbas dele, sem que ele pelo menos desconfiasse ou suspeitasse dessa conduta criminosa continuada na sua gestão da sua chefe de gabinete.

Nos corredores da Assembléia, comenta-se que outros deputados estaduais, também estão assustados e insones. 

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: