João Maia passa cheque sem fundo em leilão para quitar dívida em ação trabalhista

No dia 19 deste mês de setembro, aconteceu em Natal, promovido pelo TRT, um leilão de bens penhorados para a quitação de dívidas diversas e entre eles estava um apartamento do candidato a deputado federal, João da Silva Maia, (PR). Antes do imóvel ser leiloado, o advogado Leonardo Dias de Almeida, que representa o político, passou um cheque no valor de pouco mais de 218 mil reais para quitar a dívida e retirar o imóvel do leilão.

Mas, na manhã da segunda-feira (24), passados cinco dias, o já mencionado advogado informou a advogada dos radialistas, que o cheque não tinha fundos e que o valor seria pago de forma parcelada, ou seja, impondo um acordo, que não foi aceito.

Se houve quebra grave de compromisso com o pagamento da dívida para retirada do imóvel de um leilão promovido pela Justiça do Trabalho, imagine o que não ocorreria com esse tal acordo.

Os processos tramitam normalmente e o apartamento será levado novamente a leilão pela Justiça do Trabalho. No mesmo processo, existem outros bens do político penhorados.

O candidato a deputado federal, João da Silva Maia (PR), responde a um processo na Justiça Trabalhista do Rio Grande do Norte, movido por 4 ex-funcionários da empresa Estação JJ & A LTDA.

A referida empresa arrendou em 2007, a Rádio Caicó AM, e fechou em 2014, por decisão judicial haja vista a falta de pagamento de dívida com o Ecad. Quando isso aconteceu, os funcionários não receberam os “direitos trabalhistas” o que motivou o ingresso da ação. As informações são de  
Suébster Neri, de Caicó

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: