fbpx

Policiais militares rejeitam proposta do Governo e ruas ficam sem patrulhamento

Mulheres de praças e as pensionistas da PM protestaram pelos atrasos e cobraram salários em dia

Os policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte rejeitaram a proposta apresentada pelo Governo do Estado, na noite da última quinta-feira(4), que previa o pagamento de parte dos salários do mês de dezembro no próximo dia 12 de janeiro, segundo informações da Tribuna do Norte.

Assim, os militares seguem sem ir para o patrulhamento nas ruas, por tempo indeterminado, o que policiais e bombeiros defendem não ser grevista, mas sim uma “operação padrão”, posição contrária à Justiça potiguar, que considera o movimento uma greve ilegal.

De acordo com as associações, o Governo do Estado marcou uma nova reunião que deve ocorrer no próximo dia 10 de janeiro. O encontro será para que se discutam, enfim, as 17 reivindicações apresentadas pelas associações e enviadas ao Executivo anteontem. A operação padrão “Segurança por Segurança’ começou no dia 19 de dezembro, portanto, completa hoje, dezenove dias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: