Prefeitura de Natal abandona Unidade de Saúde das Rocas reinaugurada em abril

Pela recomendação, Secretária de Saúde tem prazo de 60 dias para providenciar as medidas necessárias

Resultado de imagem para prefeito alvaro dias
Unidade de Saúde foi reinaugurada na gestão do ex-prefeito e candidato a governador Carlos Eduardo

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou que a Prefeitura de Natal adote as providências para, no prazo de 60 dias, corrigir irregularidades encontradas na Unidade de Saúde das Rocas. A recomendação é direcionada à Secretário Municipal de Saúde de Natal e foi publicada na edição desta terça-feira (28) do Diário Oficial do Estado (DOE).  

A unidade foi reinaugurada em 4 de abril deste ano. Uma inspeção realizada no dia 15 de junho passado, constatou que a estrutura física já apresenta irregularidades, como: pontos de infiltrações, salas inacabadas e ambientes sem iluminação artificial. O relatório que derivou da inspeção integra um inquérito civil que fiscaliza a obra de reforma e/ou ampliação da unidade de saúde.

Assim, em 60 dias, a Secretaria de Saúde de Natal deve retirar os pontos de infiltração e mofo nos consultórios de enfermagem das equipes 62 e 63, banheiro dos funcionários masculino e farmácia; instalar lâmpadas e corrigir a fiação elétrica exposta em todo o primeiro andar da unidade, (onde funcionam a nutrição, a copa, a cozinha, a sala dos ACS, o almoxarifado e o arquivo morto); e concluir a reforma na sala de escuta/preparo.

O Município deve encaminhar à 62ª Promotoria de Justiça de Natal informações pormenorizadas sobre a adoção das medidas administrativas para o pleno atendimento ao que foi recomendado, dentro dos 60 dias. A não observância ao que foi recomendado implicará na adoção de medidas cabíveis

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: