Suplente de Cristovam afirma que sexo com adolescente era “relacionamento normal”

O petista Wilmar Lacerda, que assumirá a cadeira de Cristovam Buarque (PPS-DF) no Senado no início de dezembro, afirmou que as relações sexuais que mantinha com uma adolescente de 17 anos era um “relacionamento normal”. O suplente de Cristovam foi denunciado por uma jovem que afirma ter transado com o petista, que a pagava apenas com lanches. O site Metrópoles revelou o caso na noite de ontem (quinta, 1A moradora de Planaltina teria sido aliciada por uma mulher conhecida como Rebeca, responsável por agenciar encontros de jovens bonitas da região com homens ricos do Distrito Federal. A ocorrência foi registrada há um mês, em 17 de outubro, na 31ª delegacia de Planaltina.

Em seu depoimento, a jovem afirmou que se encontrou com o político pelo menos cinco vezes e, apesar da promessa de Rebeca de que receberia altos valores, ele sempre se recusou a dar dinheiro à jovem e pagava apenas as refeições que fazia com ela. A garota também contou a polícia que Lacerda se recusou a usar preservativos.

Em nota divulgada, o político afirmou que manteve uma “relação afetiva” com a adolescente no fim do ano passado, quando estava separado da esposa. Disse ainda que “o relacionamento não ocorria às escondidas ou por meio de pagamento de qualquer espécie” e que a relação com a jovem “não foi ilegal”, pois a mãe dela teria conhecimento dos encontros. Os “lanches” a que a garota se referiu em seu depoimento eram “refeições que fazíamos em locais públicos, como restaurantes e shopping”, prossegue o petista. As informações são de Congresso Em Foco.

Para ele, é “estranho” que o registro tenha sido feito meses antes de assumir a cadeira de Cristovam no Senado. Entretanto, a acusação, também revelou o Metrópoles, envolve outros quatro homens. A garota só procurou a polícia após o pai dela descobrir que a menina era explorada sexualmente e obrigá-la a registrar ocorrência. Ela afirmou ainda que ganhava R$ 50 a cada encontro com os outros homens.

Planaltina, uma das Regiões Administrativas do DF e onde a jovem mora, é curral eleitoral de Lacerda. O suplente, que foi citado no escândalo do Mensalão em 2005, foi secretário de Administração Pública (atualmente chamada de Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão) do governo Agnelo Queiroz (2011-2015).

“Acusação gravíssima”

O senador Cristovam Buarque, titular da cadeira que Wilmar Lacerda poderá assumir, afirmou estar surpreso e que espera que o suplente o procure para esclarecer a situação. “É uma acusação gravíssima, gravíssima, gravíssima”, disse.

Ele se esquivou de responder, entretanto, se poderia rever a licença. Ex-governador do DF, Cristovam se afastará do cargo de senador para dar início à sua pré-campanha para as eleições de 2018, quando decidirá se concorre à reeleição ou à Presidência da República.

“Não quero pensar nessa possibilidade agora. Recebi a notícia e foi um baque muito grande”, afirmou Cristovam, que prosseguiu afirmando esperar apurações rigorosas sobre o caso.

Deixe um comentário

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: