Haddad é vaiado por petistas ao citar viúva de Eduardo Campos e Paulo Câmara em comício

Em outros trechos de sua fala, sobretudo quando citava o ex-presidente Lula, foi bastante aplaudido.

Em coro, o Paulo Câmara foi chamado de golpista.

O governador apoiou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em 2016.

Em Pernambuco, a vereadora Marília Arraes (PT) acabou sendo retirada da disputa após acordo nacional entre o PT e o PSB.​ (João Valadares – Folha de São Paulo)

PT destina R$ 4,5 mi a partido aliado que deu votos a impeachment de Dilma

O diretório nacional do PT consta como doador de campanhas eleitorais de 15 candidatas do Pros, legenda conhecida pelo perfil fisiológico e que costuma formar alianças com partidos das mais variadas vertentes.

O total de repasses pelo PT ao Pros soma R$ 4,5 milhões. Clarissa Garotinho, que tenta a reeleição, recebeu R$ 700 mil do diretório nacional petista, valor elevado para os padrões dessa eleição e não muito distante dos recebidos por nomes veteranos do PT na Câmara.

O ex-ministro da Saúde petista Alexandre Padilha, por exemplo, recebeu R$ 507 mil do partido para sua campanha a deputado federal em São Paulo até agora. (Felipe Bächtold – Folha de São Paulo)

Bolsonaro recebe alta da semi-UTI, diz boletim

Boletim médico divulgado pelo hospital Albert Einstein, na tarde deste sábado (22), informa que o presidenciável Jair Bolsonaro “evolui com melhora clínica progressiva” e recebeu alta da Unidade de Terapia Semi-Intensiva nesta manhã.

“[Bolsonaro] Não apresenta dor, febre ou disfunções orgânicas. Segue com recuperação dos movimentos intestinais, recebendo dieta pastosa em associação à nutrição parenteral”, diz o comunicado.

Ele, segundo os médicos, “está mantendo as medidas de prevenção de trombose venosa, realizando exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto”. (José Marques – Folha de São Paulo)

Nelter Queiroz é recebido em Acari com grande carreata

A noite desta sexta-feira (21) foi de festa em Acari. Na oportunidade, o deputado estadual e candidato à reeleição, Nelter Queiroz (MDB), foi recebido por lideranças locais com grande carreata.

Depois de percorrer várias ruas do município ao lado dos ex-prefeitos José Fernandes e Tom, dos vereadores Leó e Armando, e de outras lideranças locais, Nelter Queiroz encerrou sua passagem por Acari com comício relâmpago na praça Tházia Luana.

No município, o deputado também conta com o apoio dos ex-prefeitos doutor Juarez e Salésia Fernandes, dos suplentes de vereador Rafael, Carlinhos e Fabiano, dos ex-vereadores Luís Cassimiro, Stella Fernandes e Audete, do presidente da APAMI Juarez Alves, de Rafael do lava jato, do professor Túlio Cortez, do empresário Joãozinho da fábrica, de Gilvan da padaria, de Higor de Maurílio, dentre outros.

Vale do Açu recebe Ivan Junior e Caravana da Verdade com multidão nas ruas

Na noite desta sexta – feira, Ivan Junior percorreu com os candidatos a governador Robinson e o vice Tião Couto, o senador Geraldo Melo e toda a Caravana da Verdade, cidades da região do Vale Açu, encerrando com grande comício em Assú, ao lado do candidato a deputado federal, Benes Leocádio.

Ivan Junior se emocionou com uma multidão vestida de azul, que o esperavam ao lado de Dra. Vanessa e Benes, no comício em Assú, destacando em seu discurso o trabalho e as ações que o governador Robinson tem feito pela cidade e região.

Ele declarou seu apoio ao candidato a senador Geraldo Melo, e falou de sua vontade de trabalhar ao lado de Benes pelo sertão potiguar, com um olhar diferenciado para as regiões do Vale e Central.

População de Assu parabeniza ações de Robinson e declara apoio

O candidato da Coligação Trabalho e Superação, Robinson Faria (PSD), participou nessa sexta-feira (21) de um comício em Assu, na região Oeste, junto com seu vice na chapa majoritária, Tião Couto (PR).

Um dos primeiros a discursar foi o ex-presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) e candidato a deputado federal, Benes Leocádio (PTC), que declarou apoio a Robinson, destacando sua luta durante a gestão. 

Robinson Faria, por sua vez, afirmou ter investido mais de R$ 30 milhões em Assu, destacando obras e ações importantes, como a ampliação, reforma e equipamentos do Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos; programa do Microcrédito Empreendedor e ampliação e reforma da Escola Estadual Ten. Cel. José Correia.

“Nunca fui governador antes. Quando assumi, esse Estado estava uma vergonha, quebrado e sucateado pelas famílias Alves, Maia e Rosado. Mesmo assim, fui reconstruindo tudo sem ajuda de ninguém. Nessa gestão, acabei realizando mais de mil obras”, observou.

Ao lado do deputado federal Fábio Faria (PSD) e do ex-prefeito de Assu, Ivan Júnior, Robinson ainda citou outros investimentos no município durante seu governo, como a construção do Centro Estadual de Educação Profissional e Tecnológica; projetos da cadeia produtiva do leite e derivados; projeto de Irrigação do Baixo Açu; adequação e equipamentos para Maternidade do Hospital Regional.

Fábio é aclamado em Assú e pede o voto da gratidão

O deputado federal campeão de emendas para Assú, Fábio Faria, se emocionou e também emocionou a multidão que lotava a Av. Dr. Luiz Carlos (RN 016), em Assú, ao confirmar que continuará sendo o Federal de Assú e trazendo muito mais recursos para a cidade.

“Sou o deputado federal que mais trouxe recursos para Assú em toda a história. Foram mais de R$ 13 milhões para saúde, abastecimento de água, São João, infraestrutura… Tirando 3 ruas aqui de Assú, todas as outras pavimentadas da cidade foram feitas com recursos que eu destinei. Por isso posso vir aqui, com muito amor e carinho pelos assuenses, e dizer a Assú que venho pedir o voto da gratidão pelo trabalho realizado!”, ressaltou Fábio que foi aclamado pelo público.

Fábio também elogiou o colega de coligação, Benes Leocádio, e destacou o trabalho do Governador Robinson, que aplicou mais de R$ 38 milhões em Assú.

O deputado ainda ressaltou a parceria com o ex-prefeito Ivan Junior, tanto através do seu mandato quanto do Governo Robinson. “Ivan foi um grande secretário e juntos fizemos muito por Assú. Agora estamos todos juntos novamente porque eu não mudo de palanque. Assú terá dois deputados federais e um deputado estadual, com Fábio, Benes e Ivan trabalhando juntos por vocês!!!”, encerrou.

Ciro diz que FH é ‘cínico’ e fez carta para ressuscitar campanha de Alckmin

O candidato do PDTCiro Gomes, afirmou nesta sexta-feira que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é um “encantador de serpentes”. Segundo o presidenciável, o objetivo do tucano ao escrever uma carta conclamando a unidade das candidaturas de centro é ressuscitar a campanha do seu correligionário, Geraldo Alckmin (PSDB).

Ciro Gomes chamou o ex-presidente de cínico e acusou o tucano de fazer o aceno a outras campanhas por “pura malícia”.

Publicada nesta quinta-feira, a carta de FH não foi bem recebida por outros candidatos, que afirmaram que o PSDB não tem autoridade para iniciar esse tipo de movimentação.

– O Fernando Henrique é um encantador de serpentes. Ele está querendo ver se cria alguma forma de ressuscitação da candidatura do PSDB – disse o candidato, após caminhada em Pindamonhangaba.  DIMITRIUS DANTAS – O Globo

Leia maisCiro diz que FH é ‘cínico’ e fez carta para ressuscitar campanha de Alckmin

Caixa afirma que decisão do STF sobre FGTS não gera direitos a ser pagos

Caixa Econômica Federal - PIS

A Caixa Econômica Federal afirmou em nota nesta quinta-feira 20 que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em torno do pagamento de diferença de plano econômico sobre saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)não gera novos direitos a ser pagos nem altera as providências adotadas pela Caixa para cumprimento das decisões judiciais tomadas anteriormente quanto a essas questões.

“A Caixa informa que o julgamento do RE 611.503/SP refere-se a questões processuais que gerariam impacto em antigas discussões quanto à incidência de expurgos inflacionários dos anos de 1987 a 1990 sobre os saldos das contas vinculadas do FGTS”, explica.

Por unanimidade, o STF negou nesta quinta-feira um recurso da Caixa. Assim, o banco terá de pagar a um grupo de trabalhadores as diferenças de correção monetária sobre saldos de contas vinculadas do FGTS em relação ao Plano Collor 2, de 1991, em caso que tramitava no Supremo desde 2010. A decisão que obriga a Caixa a pagar esses valores pode abrir precedente para processos similares, mas vai depender de análise de caso a caso.

Leia maisCaixa afirma que decisão do STF sobre FGTS não gera direitos a ser pagos

Gastos do governo com estatais deficitárias subiram 125% desde 2009

Eletrobras Foto: Wilton Junior/ Estadão

Os aportes do Tesouro Nacional às estatais “dependentes” – que não geram receita suficiente para pagar suas próprias despesas – aumentaram 125% entre 2009 e 2017, crescimento bem acima da inflação do período, de 69,9%. No total, os gastos com as empresas enquadradas nesse critério foram de R$ 67,9 bilhões.

Dentre essas 18 estatais há algumas que cumprem papéis importantes, como a Embrapa, de pesquisa agropecuária. Mas há outras que praticamente não têm mais função, como a Empresa de Planejamento e Logística (EPL), que deveria cuidar do projeto do trem-bala ligando São Paulo ao Rio.

O aumento dos gastos com essas empresas tem relação direta com o crescimento do número de funcionários – segundo dados do Ministério do Planejamento, eram 37,9 mil em 2009 e chegam hoje a quase 73,5 mil, com salário médio mensal de R$ 13,4 mil. Anne Warth, O Estado de S.Paulo

Leia maisGastos do governo com estatais deficitárias subiram 125% desde 2009

Bolsonaro reclama de ‘covardia’ de Alckmim e diz que “ele não é diferente do PT”

Em foto divulgada pelo candidato em rede social, Bolsonaro faz fisioterapia no hospital

Na primeira entrevista que concede desde que sofreu um atentado a faca há duas semanas, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL)defendeu seu guru econômico, Paulo Guedes, que criou polêmica ao defender uma espécie de CPMF (o chamado imposto do cheque) em palestra.

Ele se queixou bastante da campanha do PSDB, que vem batendo duro em sua imagem na propaganda eleitoral gratuita. “Vejo com muita tristeza o Geraldo Alckmin, uma pessoa em quem eu já votei. Ele pegou pesado. Eu não esperava isso dele, mas a verdade é que ele não é diferente do PT”, disse.

“Eu não tenho tempo para rebater esse festival de baixaria. Podia perguntar da merenda, da obra do Rodoanel, da Odebrecht”, disse, elencando denúncias contra a gestão do tucano, ex-governador de São Paulo. “É covardia do Alckmin.”

“O Paulo segue firme”, disse, sobre boatos de que ele poderia se afastar da campanha após cancelar uma série de eventos em que falaria sobre seus planos para a área econômica. “Posto Ipiranga” de Bolsonaro para a área, o economista já foi anunciado como ministro da Fazenda em caso de vitória do atual líder da corrida ao Planalto.

Segundo o candidato, Guedes nunca defendeu a volta da CPMF, que esteve em vigência de 1997 a 2007. “Isso é uma distorção. Ele apenas está estudando alternativas. Tudo terá de passar pelo meu crivo”, afirmou.

Bolsonaro falou por breves quatro minutos ao telefone com a Folha de seu quarto no hospital Albert Einstein, onde se recupera de duas cirurgias. “Foi barra pesada. Eu quase morri, estou aqui por um milagre. Mas estou bem, meu bom humor voltou”, disse.  Igor Gielow – Folha de São Paulo

Leia maisBolsonaro reclama de ‘covardia’ de Alckmim e diz que “ele não é diferente do PT”

Brasil cria 110 mil empregos em agosto, melhor resultado para o mês desde 2013

ctv-rvq-temer-fenabrave

A economia brasileira gerou um saldo positivo de 110.431 postos de trabalhocom carteira assinada em agosto, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Mais cedo, segundo a Reuters, Temer afirmou, em cerimônia no Palácio do Planalto, que o País havia criado 117 mil empregos formais, número superior ao que indicou o resultado oficial.

“Eu recebi ainda ontem (quinta-feira, 20) à noite a notícia do ministro Caio, do Trabalho, que no mês de agosto foram abertas, ou contratadas, registradas 117 mil vagas. E é claro que nós precisamos de mais. Aliás, esse índice de agosto é um índice recorde, nos últimos tempos não houve em mês algum uma abertura tão grande, uma contratação tão grande quanto se deu no mês de agosto”, afirmou o presidente.

Ainda assim, o resultado é o melhor para o mês desde agosto de 2013, quando foram gerados 127.648 empregos formais. O mês de agosto é o oitavo seguido com criação de empregos formais, de acordo com a série histórica com ajuste sazonal. O mês registrou o segundo melhor desempenho do ano e atrás apenas de abril, quando a economia gerou 127.134 empregos formais. Fernando Nakagawa, O Estado de S.Paulo

Leia maisBrasil cria 110 mil empregos em agosto, melhor resultado para o mês desde 2013

%d blogueiros gostam disto: